Monetização

Polêmica:Infoprodutos são uma febre ou vieram pra ficar?

Gostou? Faça mais pessoas felizes, compartilhe!

Entenda o que são os infoprodutos e entenda a briga/ polêmica que eles trazem entre blogueiros, empreendedores digitais e webmasters.

Um assunto que tem dado o que falar na blogosfera e no internet marketing do Brasil,  são os famosos info produtos.  Discussões acaloradas tem sido feitas em grupos no Facebook, fóruns e sites. De um lado pessoas que sempre monetizaram seus sites e conteúdos através do uso de afiliados como Adsense e outros, de outro lado  pessoas que nunca gostaram muito desses sistema (e algumas que nunca conseguiram ganhos efetivos com ele) e que viram nos Infoprodutos (ebooks, cursos, etc) um meio de monetização mais eficiente. Muitos profissionais do meio que já ministravam cursos, palestras e afins, também viram como uma nova mídia a ser explorada e tem conseguido obter  grande sucesso nisso. Obviamente,  muitos charlatões também aproveitaram para “surfar na onda”. Mas enfim, como diria meu amigo jack o estripador:  vamos por partes.  Vamos primeiro explicar o que são esses info produtos.

infoprodutos

O que são os infoprodutos?

A grosso modo, Infoprodutos são produtos que não são físicos, não são matérias,são conteúdos digitais, por exemplo: revistas,vídeos, áudios,livros,documentos de texto(word),programas do computador,coisas que só existem no mundo digital. O infoproduto é apenas mais uma forma que se encontrou, mais uma mídia para fornecimento de conteúdo. Muita gente se perde nesse conceito e acha que é algo mirabolante e incrível, quando na verdade é algo que já existe há anos nos EUA e aqui também, mas que apenas começou a se destacar com a chegada de plataformas de venda e distribuição dos mesmos, como a Hotmart e a ClickBank.

Por que eles tem feito tanto sucesso?

Existem vários motivos,  mas o principal foi a facilidade de venda e divulgação que essas plataformas proporcionam. Além disso, a comissão desses produtos digitais, costuma ser até maior do que a parte que o produtor ganha. Claro, ele ganha de vários afiliados, ent]ao compensa bastante. Mas para alguns blogueiros e webmasters que viviam de cliques do adsense, algumas explicações mais concretas:

-Sites de nicho: com a venda de infoprodutos, pode-se ter um site com poucas visitas mas que o publico seja direcionado. Por um exemplo um site sobre concursos com 200 visitas diárias e muitos assinantes, pode fazer um email marketing de um ebook sobre redação para concursos e conseguir boas vendas facilmente.Ganhando muito mais do que ganharia com um banner do adsense

-Transparência dos resultados: hotmart e clickbank tem feito o que os afiliados do Brasil não fazem: respeitam os afiliados.Pagamentos em dia, relatórios confiáveis e saques quando solicitados.Com isso os afiliados tomam gosto para se dedicar ao trabalho e tem resultados muito mais concretos.

– Reputação: muitos webmasters e blogueiros tem muita “reputação online” mas ganhava miséria com adsense e afiliados. Com uma lista de email, essa sua reputação acaba convertendo várias vendas. Ainda mais com amigos de boa reputação online endossando o produto. Algo que se tornou comum no meio digital. Fulano apoia o lançamento de sicrano, que lá na frente faz o mesmo de volta.

Sim, por outro lado, existe muita gente boa no mercado, conheço pessoalmente vários, que sempre fizeram um trabalho de qualidade e apenas viram os infoprodutos como mais uma mídia. A reputação não foi construída do dia pra noite e eles realmente conseguem converter bem, pois o público conhece a qualidade do seu trabalho executado ao longo dos anos. Eles fizeram por merecer.

– Marketing de guerrilha: sim, todo produto, independente de sua qualidade tem que fazer suas campanahs, atingir o público. porém , alguns produtores de infoprodutos são verdadeiros spammers. Emaisl não solicitados, anúncios apelativos no facebook ads. Funciona? No curto prazo, com certeza sim, se a intenção for apenas ganhar dinheiro ali na hora e pronto, mas é igual no antigo desenho cavaleiros do zodiaco: o mesmo golpe não funciona 2x contra o mesmo cavaleiro. O público vai perceber a “maquiagem” e fugir no próximo produto.

– Confusão do público: embora pouca gente vá admitir, há um publico imenso órfão de pirâmides como telexfree, e afins, que acaba confundindos as coisas e comprando qualquer coisa que tenha escrito “ganhe dinheiro” na capa. Sem entender(ou fingindo não entender) que se trata de um curso e tudo necessita de trabalho, não existe dinheiro fácil.Já cansei de ver pessoas no grupo da hotmart, falando que compraram produto x e não ganharam dinheiro.Claramente a pessoa comprou achando que era igual uma pirâmide da vida e que o dinheiro choveria.Muito produtor inclusive vende o produto com frases “pega trouxa” estilo “veja o dinheiro surgir”, “conheça técnicas matadoras” e são os primeiros a tirar o corpo fora quando algum cliente insatisfeito abre um tópico assim. Ok,sim, é possivel pedir o reembolso do curso/ebook/etc em até 30 dias. Mas a maioria não quer admitir que fracassou e não pede o reembolso.

Briga Polêmica dos infoprodutos

briga blogueiros

É quase assim…

Bom, existe uma grande polêmica em torno das pessoas que fazem seus infoprodutos, e as que vivem de sites e afiliados. Vou apenas realtar tudo que escuto nas comunidades que frequento. Notem que não é a minha opinião,ok? Se eu concordo ou não são outros 500, minha opinião está expressa no fim do artigo.

Argumentos dos Ebookers a favor dos Info produtos

– Com os infoprodutos, você define o valor do seu conteúdo. Você que dá o preço ao seu curso, vídeo-aula, enfim.E isso torna-se muito mais lucrativo do que depender de programas afiliados. Você acaba trabalhando somente para você mesmo, ainda que pague comissão ao hotmart/clickbank e ao afiliado. Fora o diálogo entre você e seus afiliados que é muito mais transparente, podem trabalhar juntos, com muito mais eficiência.

– Mesmo sendo somente afiliado de um infoprotudo, a comissão é muito maior que programas como lomadee/zanox e você recebe com bem menos burocracia.Além de poder dar sugestões ao produtor, ou ao hotmart para melhorar o programa. Fato impensavel em programas como lomadee e submarino.

– O comprador pode pedir devolução do produto.Você não está enganando ninguém, se ele não gostar e o produto não corresponder, ele simplesmente pede o dinheiro de volta.

– Seu site não precisa ter “um zilhão” de visitas, se voce tem uma boa fanpage ou uma boa base de inscritos já pode ganhar bem mais do que ganharia em outros programas.

– Muita gente alega que um produtor só pode fazer infoproduto sobre ganhar dinheiro se ele ganha dinheiro no adsense. O que não faz tanto sentido, pois muita gente não ganha nem usa dsense, mas ganha muito mais que 2k, 3k por mes, com cursos e infoprodutos, coisa que pouca gente consegue com adsense por exemplo.

 

Argumentos dos Adsensers em detrimento dos Info produtos

– Muitos dos produtos principalmente sobre ganhar dinheiro, são feitos por pessoas que não ganham dinheiro, o que não faz sentido. Como a pessoa quer ensinar alguém ganhar dinheiro se ela não ganha?

– Uma palavra que é frequente nesses infoprodutos é ‘segredo’. Segredo disso, segredo daquilo.ora, se você tem um segredo que te dá dinheiro, e você vive dele, qual o sentido de ensinar isso a outras pessoas? Não é muito mais fácil ficar quieto e continuar ganhando sozinho? Se eu descobri um nicho de site que da dinheiro, pra que sair contando pra todo mundo e dividir meu ganho com todas essas pessoas? Não faz sentido…

– A maioria dos cursos, tenta vender algo que efetivamente não existe, pega-se conteúdo que está de graça na Internet, junta em um pdf de 30 paginas e diz-se que foi lançado um curso. E com o avald e amigos famosos, a pessoa ganha rios de dinheiro com um conteúdo que nem a pertence.

– Muitos cursos, falam bem de nichos e área em que o próprio produtor já se deu mal, e criou o ebook para tentar ganhar de outro lado. Ou seja, a pessoa está sendo indicada a uma atividade em que o proprio produtor fracassou e fugiu dela e já sabe que não deu certo.

– Como em toda área, o spam no facebook ads é frequente, inclusive com chamadas e fotos pra lá de apelativas, que muitas vezes nem tem a ver com o produto. Promessa de milagres financeiros e que a pessoa é só comprar o curso e vai ficar rica, são frequentes. Sendo que todos sabem que a coisa é bem diferente. Spam por email então nem se fala.O excesso de chavões de marketing apelativos, acaba sujando a área, acaba nivelando por baixo todos os produtores, ao ponto de hoje serem conhecidos com termos pejorativos como “ebooketeiros”, “ebooketes”, e perdendo um pouco da credibilidade por estarem nesse meio.

-Muitos cursos acabam parecendo mais uma pirâmide como telex e bbom, é um ebook que ensina a fazer ebooks sobre como ganhar dinheiro com……ebooks! A pessoa compra e fica compelida a querer passar isso adiante.

Qual a minha opinião

A minha opinião é a de que há espaço para tudo. Eu mesmo, uso adsense e afiliados de cpa em vários sites, mas já vendi ebooks aqui por exemplo, com sucesso. Se você parar para observar,  eu tenho banners de adsense e de infoprodutos do hotmart.  Acredito que há porcarias e gente mal intencionada em qualquer ramo. E há produtos bons e pessoas de qualidade em qualquer ramo. Eu simplesmente só divulgo o curso que concordo, que
conheço o produtor e tal.

Existe hoje uma certa “rivalidade” , de um lado pessoas que acham que só adsense dá certo e que todo ebook écharlatanismo, e do outro pessoas que acham que adsense e afiliados já eram e só existe ebooks. A meu ver ambos
estão errados, e acredito que “ganha esse jogo” quem souber aproveitar o melhor dos 2 mundos. Existem sites ondea dsense e afiliados não convertem, existem sites que o ebook não vai converter, não é o publico.Tenho sites dos 2 tipos. O hotmart paga boas comissões e sem burocracia? Sim, e isso é ótimo! Porém você fica escravo da landing page do produtor. Fora os produtores que nem banner colocam, largam o link lá e você que se vire, além das lading pages horríveis, que com certeza atrapalham a conversão, mas você é “obrigado” a fazer seu visitante passar por ela. Por outro lado, os programas de afiliados comuns, eu só salvo o Adsense. todos tem algum problema de falta de transparência enorme. Já falei sobre isso no artigo:

O que há de errado com programas de afiliados do Brasil?

Mas volto a dizer, há espaço pra todos. Com certeza irão existir nos comentários pessoas falando que puxei sardinha para determinado “lado” .A idéia do texto é justamente mostrar que não existem “lados”. cada um que trabalhe da forma que lhe ache conveniente, acho que dá pra ter sucesso de todos os jeitos desde que você tenha ética em seu trabalho. Essa, claro, é apenas a minha opinião.

E você caro(a) leitor(a). O que acha?


Seja um leitor Premium, receba os artigos direto no email:



Gostou? Faça mais pessoas felizes, compartilhe!
Almy
Almy Fróes é Analista de SEO, Empresário e Problogger. Compartilha no Mestre dos Sites o que aprendeu sobre Marketing de Afiliados, SEO,WordPress, blogs, e otimização de sites
Mais alguns posts interessantes:
hype
Análise: Hypes são lucrativos?
alternativas ao google adsense
Como escolher um produto para vender como Afiliado?
misterios adsense
Mistérios do Google Adsense: respondemos alguns deles![Atualizado]
6 Comments
  • 2015-03-12T09:35:41-03:000000004131201503 at 09:35
    Resposta

    Almy, você disse tudo neste artigo, sou da opinião que os dois modelos podem conviver juntos, o que acho errado e que tem acontecido muito no marketing digital brasileiro é a avalanche de infoprodutos, como se de repente todo mundo soubesse ensinar a como fazer algo, principalmente ganhar dinheiro na internet. E para você ensinar, você precisar saber de fato e ter resultados.

    Quanto a divergências entre os defensores do Adsense e dos infoprodutos é perca de tempo.

  • Adriano Medeiros
    2015-03-12T01:35:00-03:000000000031201503 at 01:35
    Resposta

    Estou percebendo um grande problema com relação ao hotmart, vejo pessoas que estão na internet há 6 meses e lotam o youtube de vídeos de dicas e resultados, que no final tem apenas o intuito de vender um infoproduto (que muita das vezes nem ele mesmo comprou).

    Essas pessoas geralmente possuem blogs de marketing digital, viver de internet e ganhar dinheiro online, e lá lotam de infoprodutos. Eu sinceramente acho que tá um bagunça, estou na internet desde 2004, você me conhece de bastante tempo, sabe de alguns projetos meu e alguns de bastante sucesso, não estou dizendo que o adsense é melhor ou pior, só acredito que os spammers e gurus inciantes que não sabem nada de internet, vendem produtos que nem ao menos sabem o que a pessoa tá falando.

    Acho sim que há muito espaço para os ebooks de qualidade, que transmitem conhecimento e que agregam ao cliente, temos que pensar como um curso, e a galera tá vendendo com uma “formula milagrosa”.

    Minha opinião, abração meu camarada!

  • 2014-10-01T10:30:52-03:000000005231201410 at 10:30
    Resposta

    Fico muito gratificado pelo rico conteúdo apresentado, vou utilizar todos os passos descrito no meu novo site.
    Ainda tenho muito de aprender com as dicas aqui da Mestredossites.

    Ricardo – Afiliados info digitais

  • 2014-01-30T12:35:11-02:000000001131201401 at 12:35
    Resposta

    Olá Almy,
    você já falou tudo no artigo. Eu também sou da opinião que há que aproveitar e ganhar dos dois.
    Com o Adsense basta colocar lá o código e pronto. Com o Hotmart já não é bem assim. Os banners hoje em dia pouco convertem, por isso há que escrever resenhas dos produtos, usar o email marketing, etc. Mas se escolhermos produtos com temperatura elevada, temos a certeza que irão converter.

  • 2014-01-30T02:39:21-02:000000002131201401 at 02:39
    Resposta

    Excelente artigo 🙂

    Já conversamos muito sobre isso, e você sabe minha opinião sobre o assunto.

    O fato é que não existe o que é certo e errado, existe o infoproduto e existe o Adsense. São dois modelos de negócios diferentes, e cada um escolhe o que deseja fazer. Ou então mesclar ambos, como você mesmo disse.

    Na real, não importa o modelo de negócio que você for escolher, ele tem que ser escalável. Se você conseguir chegar um dia a ficar rico (escalar o negócio), então vai fundo. Ambos são empreendedores, tem que aprender a delegar, mexer com dinheiro e tudo mais.

    A abordagem muda, o foco muda. Como eu disse, cada negócio tem um modelo diferente 🙂

    Abraços, Arlindo Armando

  • 2014-01-30T00:01:47-02:000000004731201401 at 00:01
    Resposta

    Almy,
    você abordou muito bem esse assunto. Só quem frequenta grupos de pessoas interessadas apenas em adsense e grupo de pessoas interessadas apenas em infoprodutos, sabe bem como é esse conflito.
    Já fui dos que achava que apenas Adsense dava certo, hoje ganhos com os dois modelos de negócio, e se aparecer outro que é vantajoso e honesto, participo também.
    Abraço e parabéns pelo artigo.

Deixe seu comentário

Your Comment*

Your Name*
Your Webpage